Argentina

Argentina: Com os mesmos requisitos, a passagem do Iguaçu abre suas fronteiras aos países vizinhos

Publicada em 01/10/2021 às 15:38h

por Foz Ao Vivo


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)

Esta sexta-feira, às 9h30, foi realizada uma coletiva de imprensa com as autoridades nacionais: o Chefe de Gabinete Juan Manzur, a Ministra da Saúde Carla Vizzoti, a Ministra do Interior Wado de Pedro, a Diretora Nacional de Migração Florencia Carignano e o Banco Mundial representante na Argentina, Jordan Schwartz

Em primeira instância, o Ministro do Interior disse que a partir de hoje começam a entrar turistas dos países vizinhos.

A partir de 20 de outubro começa também a temporada de cruzeiros, atividade que gera muitas receitas para a Tierra del Fuego, cidade de Buenos Aires, província de Buenos Aires.

Planejamos que para 1º de novembro eliminaremos as cotas de entrada para a Argentina.

Por sua vez, a Diretora Nacional de Migração indicou o seguinte: A partir de 1º de novembro, turistas de todo o mundo poderão entrar na Argentina.

Hoje começamos a flexibilizar a entrada de estrangeiros na República Argentina. 

A partir de 1º de outubro, quem resida, seja nacional ou tenha estado nos países limítrofes nos últimos 14 dias, poderá entrar pelos corredores seguros.

Com base na cota, iremos eliminar progressivamente:

De 1º a 3 de outubro, 2.300 pessoas poderão ingressar por dia 

De 4 a 10 de outubro, 3.000 pessoas poderão entrar por dia (21.000 pessoas por semana)

A partir do dia 11, 4.000 pessoas por dia poderão ingressar até 1º de novembro, quando é eliminado o teste de antígeno, o que nos permite eliminar a cota nos aeroportos internacionais.

As pessoas que vão entrar a título de turismo, a condição é que tenham o esquema de vacinação completo. Aquela pessoa que não tem o esquema de vacinação completo e que vem para turismo, a companhia aérea não vai conseguir embarcar.

Pessoas que vêm para realizar qualquer outro tipo de atividade: econômica, estudantil, tratamentos médicos, etc. os que não possuem o esquema de vacinação completo, poderão ingressar na República Argentina com autorização da Direção Nacional de Migração, mas deverão realizar o isolamento correspondente.

A partir de 1º de novembro, pessoas de qualquer lugar do mundo poderão entrar sem cotas e sempre respeitando o calendário completo de vacinação.

Ontem o Aeroporto Internacional e Porto de Tierra del Fuego foi autorizado como corredor seguro, na segunda-feira desta semana também inauguramos Iguazú, que é o principal corredor turístico e os corredores seguros são: Aeroparque, Aeroporto Internacional de Ezeiza, Buquebus, Colonia Express , Aeroporto de Mendoza, Cristo Redentor. 

Em breve, a pedido dos diferentes governadores das diferentes províncias, serão inaugurados diversos corredores seguros.

1ª Abertura aos países limítrofes

 1 de outubro
Cidadãos ou residentes dos países limítrofes que neles tenham permanecido catorze dias antes de entrar em território nacional.

Quais são os passos de segurança?


Missões: Iguaçu - Centro Fronteiriço de Foz de Iguaçu e Aeroporto Internacional Cataratas del Iguaçu.
Mendoza: Aeroporto Internacional Governador Francisco Gabrielli "El Plumerillo" e Centro Fronteiriço do Sistema Cristo Redentor, passe Horcones.
Aeroportos Internacionais de Ezeiza, Aeroparque e San Fernando e terminais portuários Buquebus e Expresso Colonia.
Ushuaia: Aeroporto Internacional "Malvinas Argentinas" e Porto de Ushuaia. (A partir de 20/10) Serão acrescentados os que forem solicitados pelas Províncias e tiverem autorização do Governo Nacional.

 

Requisitos para travessias fluviais aéreas, terrestres e marítimas:


Esquema completo de vacinação (data da última aplicação pelo menos 14 dias. Aqueles que não apresentam esquema de vacinação completo devem fazer isolamento obrigatório. A Argentina respeita as vacinas aprovadas pelos países de origem).
PCR negativo 72 horas. antes e antígeno no ponto de entrada.
PCR em 5/7 dias se você continuar a permanecer no país.
Menores sem esquema vacinal completo, acompanhados de adultos na entrada no país, podem entrar, mas devem ficar em quarentena.
 Quatorze dias após nosso país atingir 50% da população com esquema vacinal completo, quem entra no país com esquema vacinal fica dispensado de realizar o teste de antígeno.

 Turistas ou estrangeiros não residentes devem ter seguro com cobertura Covid-19

 

2ª Retomada dos Cruzeiros Bioceânicos e Antárticos

20 de outubro-A temporada de cruzeiros está ativada

3ª Abertura em todos os países


Estrangeiros não residentes em 1º de novembro

Quais são os passos seguros?


Missões: Iguaçu - Centro Fronteiriço de Foz de Iguaçu e Aeroporto Internacional Cataratas del Iguaçu.


Mendoza: Aeroporto Internacional Governador Francisco Gabrielli "El Plumerillo" e Centro Fronteiriço do Sistema Cristo Redentor, passe Horcones.


Aeroportos Internacionais de Ezeiza, Aeroparque e San Fernando e terminais portuários Buquebus e Expresso Colonia.


Ushuaia: Aeroporto Internacional "Malvinas Argentinas"e Porto de Ushuaia.

Serão acrescentados os que forem solicitados pelas Províncias e tiverem autorização do Governo Nacional.

Requisitos para travessias fluviais aéreas, terrestres e marítimas:
Esquema completo de vacinação (data da última aplicação pelo menos 14 dias. Aqueles que não apresentam esquema de vacinação completo devem fazer isolamento obrigatório. A Argentina respeita as vacinas aprovadas pelos países de origem).


PCR negativo 72 horas. antes e antígeno no ponto de entrada.
PCR em 5/7 dias se você continuar a permanecer no país.
Menores sem esquema vacinal completo, acompanhados de adultos na entrada no país, podem entrar, mas devem ficar em quarentena.


 Quatorze dias após nosso país atingir 50% da população com esquema vacinal completo, quem entra no país com esquema vacinal fica dispensado de realizar o teste de antígeno.

 Turistas ou estrangeiros não residentes devem ter seguro com cobertura Covid-19

Avanço progressivo das cotas
Cotas Entre 1 e 3 de outubro: 2.300 vagas por dia
Cotas Entre 4 e 10 de outubro de 2.021 21.000 vagas por semana
Cotas A partir de 11 de outubro e até 14 dias após atingir 50% da população com vacinação completa, 28 mil vagas semanais.
Quotas. Após 14 dias de atingir 50% da população com esquema vacinal completo, as cotas são eliminadas.
Freqüências fluviais marítimas: 5 operações semanais para cada uma das empresas de transporte de passageiros.

Fonte Radio Iguazu




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45) 99946-0698

Visitas: 213296
Usuários Online: 8
Copyright (c) 2021 - Foz Ao Vivo
Converse conosco pelo Whatsapp!