Desenvolvimento

Foz do Iguaçu pode receber recursos federais destinados às cidades inteligentes

O Município cumpre os requisitos para integrar o Pró-Cidades, do governo federal, após obter boa classificação na organização e pagamento de contas públicas

Publicada em 16/09/2021 às 18:05h

por Foz Ao Vivo


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Welyton/PMFI.)

Foz do Iguaçu está apta a receber a verba destinada pelo Governo Federal ao desenvolvimento de cidades inteligentes, devido à boa situação fiscal do município. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 16, pelo Secretário Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano e Regional, Tiago Pontes Queiroz, em visita ao Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR). 

O município se enquadra no nível B de capacidade de pagamento (Capag) e pode pleitear o montante junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio do programa Pró-Cidades, criado para promover mais políticas públicas de tecnologia. 

O secretário ainda destacou o potencial para inovações que encontrou em Foz do Iguaçu, ao conhecer os projetos da Vila A Inteligente e o Hub Iguassu. ?Vimos que o município trabalhou para conseguir mudar de patamar e atingir esses níveis animadores. Como recompensa, pode conseguir essa verba que ajudará a ampliar o rico trabalho que vem sendo feito para tornar Foz do Iguaçu em um polo de tecnologia?, destacou Queiroz. 

Para o prefeito Chico Brasileiro, a oportunidade deve ser celebrada e não pode ser perdida. Ele salientou que os avanços no setor só foram realizados pela parceria firmada entre a Prefeitura, Itaipu Binacional, PTI e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). 

?Não é apenas fazer, mas sim fazer com estratégia, planejamento e união - assim que se conquistam resultados inovadores. Por consequência, geramos empregos, renda e oportunidades para a nossa população. Volto a reforçar que a nossa missão é estabelecer programas que tenham resultados ainda maiores no futuro?, afirmou Brasileiro. 

Encontro sobre tecnologia

O evento realizado no Parque Tecnológico Itaipu foi conduzido pelo diretor superintendente do PTI, general Eduardo Garrido, e teve o objetivo de apresentar os projetos em desenvolvimento para o setor tecnológico na cidade e estreitar laços entre organizações do Governo Federal e parceiros internacionais. 


Além do secretário do Ministério de Desenvolvimento Regional, a comitiva de visitantes também foi formada pelo presidente da ABDI, Igor Nogueira Calvet; Desmond Ng, embaixador de Singapura; Noelle Tam, primeira secretária de Assuntos Políticos da Embaixada de Singapura e do secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Paulo Angeli. 

?Acompanhamos diariamente o que vem sendo feito em nossos laboratórios e as tecnologias já aplicadas para o bem-estar da população. Mostrar esse trabalho para pessoas interessadas, como foi o caso dos representantes de Singapura, mostra o reconhecimento dessas boas práticas?, ressaltou o diretor superintendente do PTI, general Eduardo Garrido. 

?Fico impressionado todas as vezes que venho a Foz, pois vejo como vocês se desafiam a trazer novas funções, ferramentas e percepções para o cenário das cidades inteligentes no Brasil. Sem dúvida nenhuma, Foz está na vanguarda do setor e é um orgulho para o País?, destacou Calvet, presidente da ABDI. 

Hub Iguassu

Entre os projetos de maior destaque apresentados, está a Vila A Inteligente, o primeiro bairro do País que permite a testagem em um ambiente real de tecnologias de cidades inteligentes, com a finalidade de promover melhorias na rotina dos moradores e visitantes. 


Para alavancar as iniciativas, a Prefeitura regulamentou em 2017 a ?Lei de Inovação?, que criou um ambiente favorável e desburocratizado para atrair negócios para a cidade, além de conceder benefícios fiscais para a instalação desses empreendimentos.

A intenção é criar em Foz o Hub Iguassu, com empresas de todo o país utilizando o espaço para testar tecnologias voltadas ao bem-estar da população. Para complementar a lei e possibilitar um incentivo ainda maior à instalação de novas empresas em Foz do Iguaçu, foi publicado também o decreto nº 28.244/2020, que permite a seleção de empresas com o foco em Smart Cities.

Fonte:PMFI




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45) 99946-0698

Visitas: 213369
Usuários Online: 7
Copyright (c) 2021 - Foz Ao Vivo
Converse conosco pelo Whatsapp!