Paraguai

Aprovada a indenização de US$ 940 milhões para ex-trabalhadores da Itaipu Binacional no Paraguai

Publicada em 17/06/2022 às 18:23h

por Foz ao Vivo


Compartilhe
Compartilhar a notícia Aprovada a indenização de US$ 940 milhões para ex-trabalhadores da Itaipu Binacional no Paraguai  Compartilhar a notícia Aprovada a indenização de US$ 940 milhões para ex-trabalhadores da Itaipu Binacional no Paraguai  Compartilhar a notícia Aprovada a indenização de US$ 940 milhões para ex-trabalhadores da Itaipu Binacional no Paraguai

Link da Notícia:

Aprovada a indenização de US$ 940 milhões para ex-trabalhadores da Itaipu Binacional no Paraguai
 (Foto: Divulgação)

A Camâra de Senadores deu meia sanção ao projeto que prevê o pagameto de cerca de US$ 940 milhões em indenizações e outros beneficios aos ex-trabalhadores da Itaipu Binacional. O Censo preliminar detrminará que cerca de 15 mil be neficiários receberão o dinheiro. A senadora Desirée Masi denunciou ameaças como "bandidos" por agumentar contra a iniciativa.

Com 31 votos a favor,cinco ontras, sete abstenções e seis ausentes, a Câmara dos Senadores deu meia sansão aoprojeto "que reconhece como compensação histórica, beneficios trabalhistas para ex-trabalhadores, trabalhadors originários, construtores, empreiteiros diretos, empreiteiros e su-empreiteiros de obras, locadores e sub-locadores de serviços e nvênios de saúde e ducação, da Usina Margem Direita de Itaipu". 

A reinvidicação é considerada histórica, pois é realizada desde os tempos da ditadura, por meio da qual trabalhadores do lado paraguaio reclamam por não terem recebido benefícios como desenraizamento, vale-alimentação, adicional de férias, produtividade, periculosidade, entre outros, que eram pagos pela Binacional aos trabalhadores brasileiros. 

O senador Fernando Lugo foi um dos que defenderam a iniciativa. Ele explicou que embora a parte legal estabeleça que os prazos já expiraram para esse tipo de reclamação, há uma parte social que não pode ser ignorada. Ele esmo comentou que o censo que seria tomado como base é o apresentado ao Executivo em 27 de agosto de 2021 e inclui cerca de 15 mil beneficiários, mais esclareceu que a lista poderá ser refeita. Quanto aos números e quanto isso custará ao Estado, não está claro, pois alguns planejadores calculam cifras de US$ 800 milhões e até US$ 1 bilhão. O designer Abel Gonzáles foi quem apontou um valor mais estimado de US$ 940 milhões (cerca de G$ 6.533.000.000.000).

Ameaças de "bandidos"

Embora a diferença de votos tenha sido considerável o debate foi um tanto quanto intenso e até a senadora Desirée Masi, que se manifestou contra, denunciou ter recebido ameaças contra seus filhos por não votar a favor. "Você pode ameaçar de várias formas, mas o que eles não podem fazer é ameaçar como estão fazendo com meus filhos."

Sobre a oposição de rejeição, Masi e outros legisladores como Fernando Silva Facetti e Stephan Rasmussen lembraram que ex-funcionários tinham até 2002 para reinvidicar seus direitos, mas após esse período, a aprovação seria prescrita, desde que por nota de reversão o prazo foi declarado extinto. Masi também exigiu que ninguém protestasse contra os "barões de Itaipu", a quem culpava por terem guardado o dinheiro que correspondia aos trabalhadores e que agora ele deve para pela cidadania. "Não bastava roubar tudo o que roubaram, roubaram també os salarios e os beneficios dos trabalhadores", disse.

Fonte: IP




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45) 99946-0698

Copyright (c) 2022 - Foz Ao Vivo
Converse conosco pelo Whatsapp!